Aula de transparência

  • 0

Aula de transparência

Category : Notícias

Um projeto implantado em São Paulo emprega ferramentas do mundo empresarial para identificar as causas do mau desempenho escolar — e superá-las

Existe uma área na educação em que o Brasil se descola dos piores e, acreditem, é referência mundial: o sistema nacional de avaliação do ensino no país, com seus múltiplos termômetros para aferir a qualidade na sala de aula, não deixa nada a dever ao de nações mais desenvolvidas. Daí a profusão de siglas (Ideb, Enem, Enade) que sinalizam o patamar acadêmico de escolas e universidades, estados e municípios. A fartura estatística é um começo vital para entender o que ainda nos distancia da excelência, mas é só um começo. Na verdade, os números acabam mofando na gaveta de autoridades e educadores, de escasso uso na prática, e uma boa iniciativa é posta inapelavelmente no lixo.

Esforço concentrado – O programa na sala: diretor, pais, alunos e professores voltados para um objetivo (Jefferson Coppola/VEJA)

VEJA desta semana revela uma medida tomada pela Secretaria de Educação de São Paulo. Este mês, as escolas estaduais da capital implantaram um projeto que já se revelou eficaz em uma amostra-piloto: ele justamente se debruça sobre os mapas de desempenho de cada escola para tentar debelar suas deficiências de forma certeira.

Fonte: Veja


Deixe seu comentário: